Notícias Corporativas

Empresas de alto desempenho são guiadas por dados

DINO
Escrito por DINO
Empresas de alto desempenho são guiadas por dados
Junte-se a mais de 3.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre Data Science

Segundo levantamento da BI-Survey, 60% das organizações de alto desempenho no mundo baseiam suas decisões em dados. Já um relatório da Capgemini Research Institute, realizado em 2020, identificou que empresas guiadas por dados obtêm 70% mais receita por cada colaborador e geram 22% mais lucros. 

 

A utilização de dados influencia positivamente a competitividade de mercado por viabilizar a análise preditiva. Isso significa que a instituição pode prever acontecimentos e se preparar antecipadamente para eles, com respostas mais rápidas e assertivas. 

Embora muitas empresas estejam avaliando a utilização de inteligência artificial (IA) e supercomputadores, o uso efetivo dessas tecnologias ainda é embrionário e grande parte dos dados ainda são processados manualmente, consumindo inúmeras horas produtivas com o desenvolvimento de relatórios. 

É nesse cenário que o Business Intelligence se destaca. Para Marcelo Menezes, sócio-diretor da Lean Solutions, empresa especializada em soluções de Business Intelligence e Transformação Digital, as ferramentas de BI são capazes de desenvolver relatórios automáticos e interativos, sendo uma “habilidade básica” para o meio corporativo nos tempos vindouros.

Futuro do mercado de dados

Embora a aplicação de dados e análises esteja se tornando um pré-requisito para o sucesso, menos de 40% das organizações usam insights baseados em dados para gerar valor aos negócios e inovação, segundo estudo da Capgemini. 

Neste contexto, grande parte das empresas atualmente procura pessoas com habilidades em certas ferramentas como o Power BI, Data Studio, Qlik, Tableau ou mesmo o Excel e seus suplementos. “Este é um mercado em desenvolvimento e acredito que nos próximos anos serão necessários profissionais com habilidades mais específicas que conversem com as demandas de seus setores”, relata Menezes. 

O especialista compreende que o mercado precisará de três tipos de profissionais para trabalhar com análise de dados: um profissional mais estrutural, que cuidará das etapas de extração, tratamento e carregamento dos dados; outro que cuidará da análise e avaliação das métricas de desempenho; e um terceiro profissional responsável pelo desenvolvimento da melhor forma para apresentar os dados. Para ele, “a combinação desses profissionais com uma equipe de gerenciamento e planejamento dará o tom para o caminho que as empresas devem seguir”.

Para saber mais, basta acessar: https://www.leansolutions.com.br/treinamentos/power-bi/

Licença de uso do conteúdo.

O conteúdo do Portal ABRACD.org foi escrito sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.