Notícias Corporativas

Integração do e-commerce gera mais eficiência no negócio

DINO
Escrito por DINO
Integração do e-commerce gera mais eficiência no negócio
Junte-se a mais de 3.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre Data Science

Em 2021, o mercado de e-commerce brasileiro faturou mais de R$ 161 bilhões, 26,9% superior a 2020. A projeção para 2022 é de um crescimento de 9% com cerca de R$ 174 bilhões em faturamento, segundo um estudo realizado pela Neotrust.

A pandemia trouxe hábitos que já foram incorporados ao dia a dia das pessoas, e as compras on-line é um deles. Em 2022, a expectativa é de um aumento de 8% para transações via Internet.

Segundo o estudo, em 2021, as categorias que tiveram mais pedidos foram moda, beleza, perfumaria e saúde. Porém, os segmentos com maior faturamento foram os de celulares, eletrodomésticos e eletroeletrônicos. Também é esperado um grande aumento das empresas no marketplace já que o consumidor mudou seu comportamento e está se voltando também para este canal. Assim, as empresas que ainda não estão com seus processos digitais totalmente estruturados precisam sair em busca de soluções e ferramentas para garantir a sua competitividade no mercado. Uma dessas ferramentas, é o ERP – Enterprise Resource Planning – que possui muitas vantagens no controle e gestão de dados e também na integração com a plataforma e-commerce.

A integração de sistemas entre o e-commerce e o ERP é um dos pontos chaves para melhorar a comunicação e centralizar as informações dentro da empresa. A integração é o processo de conectar um sistema a outro, para que eles trabalhem juntos com o objetivo de reunir todas as informações existentes em um único lugar. Com isso, os dados circulam de forma integrada, harmônica e acessível reduzindo a complexidade e o tempo gasto nas operações. Além disso, com todas as informações conversando e trafegando sem dificuldade, as equipes ganham produtividade e vantagem competitiva.

A integração do e-commerce com o ERP traz diversas vantagens:

– Melhor gestão da distribuição e logística de um produto, assim como do estoque e fluxo de caixa;

– Aumento da produtividade, pois com as informações centralizadas é muito mais rápido analisá-las para a tomada de decisão;

– Cadastro de todos os produtos no ERP centralizando as informações;

– Com a integração, não é preciso digitar todas as informações novamente, evitando erros manuais;

– Melhor acompanhamento dos dados financeiros e operacionais;

– A integração com o e-commerce permite a unificação da loja física com a virtual, juntamente com o gerenciamento de todos os departamentos de uma forma mais simples e automatizada;

– Melhor experiência do consumidor. A integração do e-commerce com um software ERP permite que os processos fiquem automatizados e a atualização seja em tempo real, ou seja, o cliente tem uma melhor experiência de compra, pois conseguirá visualizar as informações referentes ao seu pedido mais rapidamente;

– Com os sistemas integrados, todos os pedidos feitos no e-commerce são computados no sistema e já separados para envio com emissão da nota fiscal. Tudo simples e automatizado;

– Melhor gestão de estoque e redução de desperdícios e prazo de entrega;

– Roteirização e acompanhamento dos pedidos.

E como o ERP é flexível, ele pode ser personalizado com as funções que a empresa necessita para atender os objetivos propostos.

Segundo Ricardo Nunes, CEO da TRIYO Tecnologia, para fazer a integração da plataforma de e-commerce com o software ERP, é necessário se atentar a quatro pontos:

  • Escolher a plataforma de e-commerce mais adequada ao negócio

São muitas plataformas existentes no mercado e cada uma delas tem suas funcionalidades, diferenciais e formas de integração, sendo assim, é recomendável pesquisar a fundo e colocar os prós e contras de cada uma de acordo com os objetivos e expectativas do negócio e escolher aquela que possui mais afinidade e gere valor para a empresa.

  • Adquirir um software ERP

O ERP é o software responsável por centralizar todas as informações da empresa e otimizar a gestão estratégica de forma inteligente, contribuindo para a melhora dos processos internos.

As principais vantagens do ERP são:

– Automação dos processos

– Redução de custos

– Menos erros

– Gestão de estoque

– Planejamento de vendas

– Otimização na emissão de Notas fiscais

– Gestão logística

– Melhor experiência do cliente

– Integração de dados

  • Definir o fluxo das informações entre os sistemas

Esta é uma das partes mais importantes para o sucesso da integração de sistemas entre o e-commerce e o ERP. Isso porque as trocas de dados entre a plataforma e o ERP acontecem em diferentes fluxos, sendo assim, a informação de como o fluxo de dados deverá percorrer tem que estar clara. A compatibilidade entre o ERP e a plataforma deve ser a mais ampla possível para assegurar que não haja erros, nem duplicidade nas informações.

No entanto, é aconselhável contar com a ajuda de uma consultoria especializada que irá estudar qual a melhor plataforma de e-commerce e ERP para o tipo e objetivos do negócio e também orientar a empresa na escolha do mais adequado sistema de integração.

Licença de uso do conteúdo.

O conteúdo do Portal ABRACD.org foi escrito sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.