fbpx

Use dados provenientes de ferramentas do Instagram para entendimento versátil da sua comunidade virtual.

5 visualizações

É literalmente crescente a necessidade de se adaptar a quantidade recorrente de estímulos e informações que estão dispostas na vida on-line.  A frequência compulsória de assimilação, a contextualização constante de quem de fato você é e a coerência plausível de entendimento dentro das redes sociais são os pontos iniciais de algo digno de ressalvas e estudos mais amplos.

Inclusive no portal, recentemente publicado, há uma matéria que discorre sobre as questões de privacidade e menciona a temática pertinente do novo documentário da Netflix, o “Dilema das Redes”. Você pode acessar clicando nesse atalho.

Uma sociedade vastamente composta por usuários.  A produção massiva de dados dessas redes é notória e surreal. Em sua maioria recorrente, os próprios integrantes que são responsáveis por produzir conteúdo.

 Poderíamos elencar diversos pontos óticos dentro do sistema estrutural de cada uma das redes, entretanto irei esmiuçar de maneira leve, o que algumas ferramentas com finalidades de criar informação podem agregar de maneira positiva, com uso sensato, já vistos ás subnotificações do vício.

A rede em foco é o Instagram, que possui um bilhão de seguidores ativos e em média mais de 500 milhões de visitas diárias na rede, sendo a que mais cresceu nos últimos anos.

A ferramenta em questão do artigo atual, para análise, são as enquetes do Instagram.  Elas possuem uma estrutura simplória e didática que consegue mensurar entre duas opções de resposta de uma  pesquisa rápida, um parâmetro pontual de caráter personalizado.

Ponto-chave: A iniciativa provém do usuário que verifica a sua dúvida pessoal e a compartilha com os demais. Usando apenas clicks, você responde.

As pessoas possuem uma resistência para responderem de maneira escrita ou verbal há perguntas apenas gravadas em vídeos nos stories alheios, usando o chat.

  O fato do desenvolvimento dessa enquete permite-se divagar na ambigüidade de aproximar pessoas que se predispõe a participarem mas que ao mesmo tempo mantém a posição cômoda de não precisar aumentar o tempo ativo de interação.

O ponto positivo para a questão de produção de dados na rede social é que você percebe um crescente envolvimento e aumento de informações ao seu redor, caso você tenha o interesse genuíno de usufruir sistematicamente dessa ferramenta. Confira exemplo abaixo:

Você pode desenvolver um plano de fundo e utilizá-lo para compor o cenário estético em relação aos assuntos a serem desenvolvidos.

Após aplicar uma bateria de enquetes intercaladas com colocações da importância das respostas, pode ser palpável perceber que a disposição dos seguidores de uma comunidade se desenvolve melhor. Baseada em uma consistência pode-se começar a mapear as preferências momentâneas de uma parcela de pessoas que estão interligadas dentro da sua gama de seguidores, de alguma forma.

Abaixo um infográfico detalhado sobre benefício do uso de dados do Instagram para finalidade de empreendimento. Inclusive pode se notar exemplificações do uso das ferramentas e opções disponíveis na rede para desenvolver ainda mais o potencial dos negócios.

Infográfico: https://www.yotpo.com/blog/instagram-data/ – Detalhes sobre dinâmicas virtuais expostas de modo didático

O foco prioritário do artigo é  evidenciar experiências estimulantes sobre o uso das ferramentas disponíveis para a capacitação de dados que podem agregar de maneira saudável e positiva ao seu negócio ou estilo de vida, visto que estão disponíveis e extremamente acessíveis.  Bem como o fato de serem fornecidas gratuitamente em um sistema de troca de interações.

Fontes:

YOTOP – https://www.yotpo.com/blog/instagram-data

OBERLO – https://www.oberlo.com.br/blog/estatisticas-instagram

Avatar

Lais Vilela

Sou publicitária e social media com extensão em criatividade e inovação nos negócios. Pós-graduada em gestão estratégica de marketing. Ao longo da vida fui colunistas em jornais e revistas, resenhista literária e redatora. Trabalhei em agências e start ups, em produtoras de eventos transitando entre gerenciamento de informações, trade marketing, marketing de guerrilha, marketing médico e tabulação de dados de pesquisas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest