Notícias Corporativas

Visual Law e as mudanças do setor jurídico

DINO
Escrito por DINO
Visual Law e as mudanças do setor jurídico
Junte-se a mais de 3.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre Data Science

Uma das maiores tendências atuais é o foco na experiência do cliente e usabilidade, por isso, diversos segmentos prestadores de serviços estão tendo mudanças. E no setor jurídico, o termo Visual Law tem ficado cada vez mais popular. 

O Diretor Comercial do InContract, Aloisio Arbegaus, afirma que a linguagem e as documentações tratadas no âmbito do direito sempre foram vistas como complicadas e difíceis de interpretar, e o Visual Law vem para desmistificar essa ideia. “Apesar de ser um conceito novo, muitos profissionais estão aderindo a esta prática.”

A metodologia consiste na utilização de elementos gráficos para facilitar a interpretação dos termos usados no Direito. Assim, as informações se tornam mais claras, de forma que qualquer pessoa leiga no assunto possa entender. 

Um estudo da Rhodes University verificou que documentos que contém símbolos são até 95% mais compreendidos. Contudo, o uso desses itens deve ser moderado, sempre respeitando o contexto da documentação.

Mais agilidade e tecnologia

Segundo Aloisio, quando as informações são descritas de forma clara, as entregas são muito mais rápidas, a comunicação é melhor e a mensagem é transmitida de forma mais concreta. “No caso de contratos que envolvem um produto, por exemplo, quando as partes não estão alinhadas com as especificações do objeto, imagine todo o retrabalho que pode acontecer.”

O uso de tecnologia está se tornando crucial para os profissionais da área jurídica se manterem competitivos. Cada vez mais advogados estão partindo para o meio online, seja adotando um software de gestão de contratos, investindo em inteligência artificial para atendimentos ou em publicidade digital. 

Algumas dessas mudanças necessitam de um tempo de adaptação e investimentos, porém o Visual Law pode ser feito por meio de aplicativos gratuitos e é simples de ser implementado. 

“Começar a apostar em inovação, mesmo que aos poucos, com pequenos processos, tem enorme importância para a criação de uma cultura tecnológica em sua empresa. O futuro do setor jurídico está envolto em tecnologia”, finaliza Aloisio.

Licença de uso do conteúdo.

O conteúdo do Portal ABRACD.org foi escrito sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.