Notícias Corporativas

Três dicas para gestores de frotas na Black Friday

DINO
Escrito por DINO
Três dicas para gestores de frotas na Black Friday
Junte-se a mais de 3.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre Data Science

O brasileiro está bastante otimista para a Black Friday deste ano. Essa é a conclusão de um levantamento encomendado pelo Google ao Ipsos em que 71% dos entrevistados têm a pretensão de ir às compras, uma alta considerável de 29% quando comparado com 2021. A data é uma grande oportunidade para o varejo, já que se tornou parte do calendário oficial de compras dos brasileiros, mas ainda traz alguns desafios.

De acordo com o ranking do Reclame Aqui de 2021, entre os principais problemas apontados pelos clientes na Black Friday, o atraso das entregas é o campeão. Um dos motivos que podem levar a essa alta taxa é a falta de um planejamento mais adequado para a data, que requer recursos e investimentos especiais para as empresas que querem fazer um bom trabalho. Mais do que uma possibilidade de maximizar as vendas, o mês de descontos pode ser uma oportunidade de atrair clientes e, porque não, fidelizá-los. E a logística pode ser um grande diferencial.

O Panorama da Fidelização no Brasil 2022, desenvolvido pela ABEMF (Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização) em parceria com o Tudo Sobre Incentivos (TSI), mostrou que a entrega está entre os fatores decisivos para a compra, e também para a fidelização. Por essa razão, para uma experiência de compra com nível de excelência, os varejistas precisam levar em conta não somente princípios básicos como qualidade do produto, preço e disponibilidade, por exemplo, mas principalmente os processos logísticos adotados.

Pensando em como auxiliar os gestores de frotas durante a data, Omar Jarouche, CMO da Cobli, compartilha dicas de como a tecnologia pode potencializar e também aumentar a produtividade desse tipo de serviço, proporcionando assim uma boa experiência para os consumidores e os vendedores. 

Controle em tempo real

Muitos gestores de frotas ainda controlam suas operações de forma manual e analógica. Em um momento de alta demanda como a Black Friday, contar com o apoio tecnológico ajuda a não perder oportunidades e, assim, aumentar o nível de serviço dos veículos. Um desses recursos é a telemetria, a sinergia entre Internet das Coisas (IoT), inteligência artificial e big data que auxilia na coleta remota de informações tais como: velocidade, localização, consumo médio e também paradas, graças a um acompanhamento em tempo real do veículo. Explorar ao máximo as funcionalidades ajudam a aumentar a produtividade em vários momentos do ano, inclusive na Black Friday. 

Além da gestão inteligente de toda a frota por meio de dados, com as inovações disponíveis é possível digitalizar processos para otimizar tempo e ter um maior controle de documentos necessários tais como papéis, planilhas eletrônicas, arquivos de texto e coleta de assinaturas, evitando perdas ou desvios. Entre algumas dessas tecnologias estão o registro de imagens dos serviços e comprovantes de entregas realizados, além  que facilitam a auditoria.

Planejamento de rotas 

Se o atraso na entrega é a maior reclamação da Black Friday, uma das funcionalidades da tecnologia que ajuda a sanar esse problema é o planejamento de roteirização. Por meio de plataformas automatizadas, o gestor de frota consegue realizar em alguns cliques um plano otimizado para cumprir a programação determinada, organizar o horário do atendimento ao cliente conforme a disponibilidade e, dessa forma, reduzir a incidência de solicitações sobre a situação de entrega e realização de um serviço.  

A previsibilidade promovida por esse tipo de solução ajuda também a atender as expectativas e melhorar a experiência do consumidor, que passa a receber não só a previsão de chegada do motorista ou prestador de serviço, mas também dados da pessoa, qual a placa e modelo do veículo e, ao final, ainda poderá realizar uma avaliação.

Além disso, é importante fazer checklists para garantir que os funcionários estejam cumprindo a programação estabelecida, horários de chegada estimada nos locais destinados ao recolhimento e entrega dos produtos, reduzindo atrasos e até mesmo extravios de compras.

Visibilidade do modo de condução

Por um anseio de realizar entregas mais rápidas, os condutores podem cometer uma série de infrações de trânsito, como por exemplo exceder os limites de velocidade. Segundo o último dado disponibilizado pela Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran), o número de infrações cresceu 86,9% em agosto quando comparado ao mesmo período de 2021, e transitar acima da velocidade máxima permitida foi a infração que ocupou o topo do pódio. 

Os dados mostram a importância de contar com recursos que possam trazer mais visibilidade sobre a frota e assim a possibilidade de acompanhar o comportamento dos motoristas de perto. Tecnologias disponíveis no mercado como a videotelemetria oferecem recursos de imagens e alertas automáticos em tempo real para eventos perigosos como, por exemplo, freadas bruscas. Esse tipo de informação possibilita a implementação de melhorias e ajustes de forma ágil em operações de alta demanda como a Black Friday. 

Outro fator de segurança que também impacta o nível de serviço das entregas é a manutenção do veículo. Hoje, de forma 100% digital, é possível controlar e prever os gastos com conservação e ajustes e consertos preventivos. Esses pontos auxiliam também na economia de combustível, um dos maiores gastos logísticos atuais.

Com clientes ainda mais exigentes,  os gestores de frota precisam mais do que nunca estarem atentos a cada detalhe dos processos logísticos adotados, principalmente em grandes eventos do varejo como a Black Friday, Natal, Copa do Mundo, Dia das Mães, entre outros. Com uma expectativa alta de vendas para esse ano e processos ainda mais digitalizados em toda a cadeia do varejo, a adoção de tecnologias será o grande diferencial competitivo capaz de promover a melhor experiência para os clientes.

Licença de uso do conteúdo.

O conteúdo do Portal ABRACD.org foi escrito sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.