Notícias Corporativas

Terceirização é alternativa para as áreas de desenvolvimento de software e de TI

DINO
Escrito por DINO
Terceirização é alternativa para as áreas de desenvolvimento de software e de TI
Junte-se a mais de 3.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre Data Science

O relatório da Pesquisa Global de Terceirização 2020 da Deloitte, há dois anos, já apontava em seus indicadores a redução de custos como a causa primária para a terceirização se tornar uma alternativa para empresas de segmentos diversos. Além disso, o estudo também considerou o recente cenário econômico incerto, gerado particularmente pela pandemia de Covid-19, um elemento considerável na mudança de perspectiva das instituições que desejavam atravessar a crise financeira.

Ao voltar a discussão para o orçamento direcionado às infraestruturas tecnológicas dos negócios, a terceirização de equipes de desenvolvimento de software e de TI (Tecnologia da Informação) se consolidou enquanto uma possibilidade a qual empresas vêm recorrendo com certa frequência nos últimos tempos. Um estudo de 2019, “Automação com Inteligência”, igualmente realizado pela Deloitte, trouxe o dado de que 58% dos entrevistados começaram investimentos na implementação de Inteligência Artificial em seus processos, podendo contar com as atividades de companhias especializadas.

No processo terceirizado de desenvolvimento de software, empresas atuantes nos mais diferentes setores recorrem às consultorias que atuam exclusivamente no segmento de TI e que terceirizam parte de seus processos para as organizações clientes, sendo delegadas a essas últimas a tarefa de garantir a execução de atividades úteis para o funcionamento das operações da empresa contratante, no que se refere a questões de tecnologia.

De acordo com Alexandre Antabi, fundador da Macher Tecnologia, empresa especialista em projetos de transformação digital e data privacy, a busca por mão de obra qualificada de provedores especializados pode ser algo benéfico para as empresas. “Com a contratação de consultorias, empresas podem trabalhar com mais eficiência com seus profissionais próprios e alocando os times terceiros em projetos piloto (POC), de inovação, de desenvolvimento pontual, de manutenção e suporte a projetos, produtos ou soluções de criação de conhecimento organizacional”.

Pensando na otimização da mão de obra, o representante da Macher Tecnologia acrescenta que a contratação de consultorias também é uma alternativa interessante para o mercado de tecnologia que hoje sofre com a falta de profissionais capacitados. “Como as consultorias já possuem uma base robusta de profissionais, a alocação das equipes pode ser mais rápida, acelerando projetos e resultados”, diz.

Quanto ao funcionamento, estrutura e a logística de empresas que realizam serviços terceirizados de desenvolvimento de software e de TI, o profissional explica que o processo se dá da seguinte maneira: “Times inteiros ou profissionais pontuais podem ser alocados em projetos do contratante. A consultoria contratada  deve contar com profissionais capacitados para  lidar com as demandas de cunho tecnológico em abordagem consultiva. E, do ponto de vista do contratante, precisa ser identificada a necessidade de projeto e/ou perfis profissionais, enquanto a consultoria cuida de toda a parte administrativa”.

Outra vantagem, afirma Antabi, é que em projetos de terceirização, a contratante obtém profissionais com pontos de vista diversificados daqueles que já atuam dentro da organização, oferecendo novas abordagens para a solução de problemas comuns e enriquecendo sua base de conhecimento. 

O mesmo estudo de 2020 garante que questões sanitárias acarretadas pela pandemia global provocaram uma alta na demanda pela realização de processos remotos, ocasionando uma aceleração no empenho das organizações quanto a trabalhar na ampliação de seus portfólios nos meios digitais. É defendido pelo relatório que a terceirização desse tipo de tarefa para empresas especializadas consiste em uma ferramenta de muito valor para empresas com esses objetivos estratégicos.

Para mais informações, acessar https://www.machertecnologia.com.br

Licença de uso do conteúdo.

O conteúdo do Portal ABRACD.org foi escrito sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.