Notícias Corporativas

Startups: como expandir em um país com a inflação oscilante?

DINO
Escrito por DINO
Startups: como expandir em um país com a inflação oscilante?
Junte-se a mais de 3.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre Data Science

Ao entrar em um novo mercado ou vertical, é necessário considerar qual o tamanho do problema a ser resolvido e se ele é grande o suficiente para direcionar grande parte de recursos, ainda mais no Brasil, em que a inflação chegou em 12,13% em abril deste ano. Mesmo com a queda do índice em setembro para 7,17%, é importante lembrar que o país viveu tempos econômicos mais difíceis antes.

Em tempos de alta inflação e redução de investimentos é necessário direcionar esforços para o setor pode ser mais frutífero. Por exemplo, o setor de tecnologia, ofereceu uma grande oportunidade para expansão de plataformas digitais (PaaS) com foco em marketing.

De acordo com Olivier Legrand, diretor de operações da Sendinblue, o cenário econômico atual não deve ser o único motivo para interromper os planos de expansão, desde que a empresa tenha uma estratégia sólida. “Os períodos de recessão são momentos em que grandes empresas estão sendo construídas, pois exigem a identificação de um ponto problemático ou um desafio. E não há melhor momento do que um ambiente econômico complexo para realmente identificar essas oportunidades”, afirma.

No seguimento de plataformas digitais aconteceram diversas atualizações como: automação de marketing, SMS, bate-papo e notificações push. 

De acordo com Oliver, existem 4 estratégias que podem proteger o seu negócio para a oscilação da inflação:

1 Otimizar recursos: em tempos de incerteza econômica, as startups devem usar seus recursos de forma mais inteligente e apostar em atividades ou soluções que representem o maior ROI com o menor esforço.

2 Focar na criatividade: otimizar ou economizar recursos não significa negligenciar a estratégia de crescimento, marketing ou multichannel. Quando os orçamentos ficam apertados, é quando as pequenas empresas têm maior probabilidade de soluções criativas que podem continuar usando nos próximos anos.

3 Trabalhar em uma proposta de valor diferenciadora: Antes de pensar em expandir, é importante definir e trabalhar em uma proposta de valor que o diferencie e se destaque da concorrência, seja pelo preço, serviço ou qualquer vantagem operacional. Lembre-se que a chave é oferecer uma solução para um problema real.

4 Apoiar o conhecimento do setor com dados específicos: ter experiência e conhecimento de um setor e seus consumidores é sem dúvida uma vantagem para entender suas necessidades, pontos problemáticos e o tipo de soluções que estão faltando. Mas hoje, os dados são mais importantes do que nunca, não apenas para apoiar ideias, mas também para orientar a evolução e a iteração de estratégias.

    

Licença de uso do conteúdo.

O conteúdo do Portal ABRACD.org foi escrito sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.