Notícias Corporativas

Remoção de tatuagens exige cuidados especiais

DINO
Escrito por DINO
Remoção de tatuagens exige cuidados especiais
Junte-se a mais de 3.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre Data Science

Muitas pessoas podem se arrepender de alguma tatuagem feita na adolescência ou que não as agradam mais, sendo o Brasil um dos países com mais adeptos de tatuagens no globo e esse número tem crescido cada vez mais. Segundo dados da Prefeitura de Ribeirão Preto, por exemplo, a busca pelo setor aumentou 240% nos últimos dois anos, o que mostra um recorte localizado de um panorama ainda maior.

Com cada vez mais pessoas tatuadas, o recurso de remoção de tatuagens também se torna uma demanda, visto que há algum tempo esse procedimento é buscado por muita gente, desde que técnicas de remoção a laser passaram a ser acessíveis ao grande público. No entanto, grande parte da população não tem conhecimento dos procedimentos, o que suscita muitas dúvidas dos interessados.

Giancarlo Pincelli, representante da Hell Tattoo, aponta que a decisão de se fazer uma tatuagem pode surgir em qualquer momento da vida, em qualquer situação, mas às vezes algumas pessoas se arrependem de um desenho feito ou de um nome escrito. Então, surge o interesse pela remoção da tatuagem. Esse processo de remoção só é possível com a utilização de um laser, que elimina os pigmentos na pele ao longo de algumas sessões. De acordo com a especialista, o processo de remoção de tatuagem a laser demanda um certo tempo. As sessões duram em torno de 10 a 20 minutos, ou até mais tempo dependendo do tamanho da tatuagem, e devem ser feitas no intervalo de 4 a 6 semanas.

Segundo Giancarlo, o laser atua nos pigmentos da tatuagem, explodindo eles em micropartículas, fazendo com que o corpo elimine esses pigmentos naturalmente com o tempo. Ela explica que a remoção ocorre em três fases:

  •   Primeira fase: após a 1ª sessão, o cliente retornará a cada mês. Nesse processo, é importante lembrar que enquanto o organismo elimina os pigmentos destruídos pelo laser, a pessoa não verá mudanças significativas em um primeiro momento.
  •   Segunda fase: as tintas pretas e de cor mais escura irão desbotar e desaparecer consideravelmente. Já as tintas de cores mais brilhantes como vermelho, azul, e verde irão clarear gradualmente.
  •     Fase final: após 5 ou 10 sessões (às vezes menos ou mais), a tatuagem será removida completamente. A maioria dos pigmentos será dispersa e eliminada por meio do sistema linfático. Carolina ressalta que algumas cores como o amarelo e branco são mais difíceis de remover.

De acordo com o experiência obtida pela especialista ao longo da sua trajetória profissional, outros elementos entram na equação técnica para a remoção da tatuagem. Alguns fatores, segundo ela, podem fazer a diferença, por exemplo, o sistema imunológico de cada pessoa, que pode demorar mais que outras para eliminar os pigmentos. “O tom de pele também pode influenciar na rapidez da remoção, por exemplo, nas mais claras a tatuagem é removida com maior facilidade”, afirma Carolina.

Outra dúvida recorrente é em relação à dor. Oespecialista explica que alguns pacientes relatam sentir uma leve picada – como a batida de um elástico sobre a pele, seguida por uma sensação de queimadura (ardência). Muitos tratamentos não requerem anestésicos. Porém, alguns pacientes se sentem mais confortáveis com um agente local como gelo ou um creme anestésico tópico.

Por fim, Carolina reforça a importância de buscar um profissional da área da saúde, de preferência especializado em dermatologia, para se consultar a respeito do procedimento.

Licença de uso do conteúdo.

O conteúdo do Portal ABRACD.org foi escrito sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.