Notícias Corporativas

Procura por softphone aumenta com usuários remotos

DINO
Escrito por DINO
Procura por softphone aumenta com usuários remotos
Junte-se a mais de 3.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre Data Science

Nos últimos anos, devido à pandemia de Covid-19, o número de trabalhadores que atuam de maneira remota cresceu mais de 10 vezes na América Latina e Caribe, em relação ao período anterior à crise sanitária, conforme pesquisa da Organização Internacional do Trabalho. Desse modo, diversas empresas de serviços e softwares viram a possibilidade de encontrar saídas que fizessem com que tanto colaboradores, quanto empresários, não fossem prejudicados no sistema remoto.  

Gigantes da tecnologia, como Google e Microsoft, entraram em uma disputa acirrada para garantirem seus serviços na tela de usuários remotos. Além dessas grandes empresas, muitas outras também tiveram que se adaptar para não diminuir o número de consumidores. 

Em paralelo a isso, no mercado de Telecomunicações, o softphone foi um dos principais produtos em ascensão. O software utilizado para realização de chamadas telefônicas através de computadores e smartphones conectados à internet, ganhou força no período pandêmico e hoje diversas organizações trocaram a sua telefonia comum para o virtual. 

Thiago Silva, Diretor de Operações da IUNGO, empresa que atua no mercado de PABX Virtual há mais de 4 anos, afirma que a procura pelo produto teve uma alta significativa em sua operação: “Saímos de um número onde 80% das nossas vendas eram feitas com o aparelho IP (hardware), para 15%. Hoje, 85% das vendas são baseadas no softphone”, comenta. 

Segundo o diretor, o software tem sido escolhido por muitas organizações, devido aos benefícios que o produto oferece: “Com o softphone, existem diversas vantagens quando falamos em utilizá-lo. O mesmo conta com todas as facilidades dos aparelhos, não existe investimento em hardware, facilita o atendimento, independentemente do local que o usuário estiver. A grande parte é de fácil uso e configuração, ou seja, reduz o investimento, inova a tecnologia e facilita a vida do usuário”, destaca.

Para Thiago, o softphone ainda possui um outro fator determinante na hora da tomada de decisão: “O mercado de smartphones é maior que o de computadores pessoais e facilita a adoção do PABX Virtual pelas empresas que buscam mobilidade na telefonia fixa”, conclui.  

Cabe ressaltar que o software, mesmo com o avanço da jornada híbrida de trabalho e do sistema presencial, segue progredindo e cada vez mais usuários adotam a solução. 

Para mais informações, basta acessar: https://www.iungo.cloud/ 

Licença de uso do conteúdo.

O conteúdo do Portal ABRACD.org foi escrito sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.