Notícias Corporativas

Pesquisa confirma tendência de aumento na receita de publishers no fim do ano

DINO
Escrito por DINO
Pesquisa confirma tendência de aumento na receita de publishers no fim do ano
Junte-se a mais de 3.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre Data Science

Donos de sites que monetizam seus conteúdos por meio da mídia programática podem esperar um crescimento significativo da receita com anúncios no último trimestre do ano, graças a eventos como Black Friday, Natal e, em 2022, a Copa do Mundo. Embora essa seja uma tendência já conhecida pelo mercado, um estudo da MonetizeMore, empresa de AdTech certificada do Google, trouxe informações mais precisas sobre o tema e indicou que, em anos anteriores, o crescimento chegou a ultrapassar os 90%, se comparado ao primeiro trimestre do mesmo ano.

O estudo utilizou dados da empresa em parceria com o Google e considerou as receitas de 1.199 publishers globais de diversos nichos ao longo dos últimos três anos. Para o cálculo, foram comparadas as receitas obtidas no primeiro e último trimestre de cada ano. 

Embora a taxa de crescimento tenha variado, houve aumento de pelo menos 49% em todos os anos analisados. Em 2019, o crescimento da receita chegou a 92% considerando a comparação entre o primeiro trimestre do ano e o último. Em 2020, o aumento foi de 49% e em 2021, 77%.

Oportunidades da Copa do Mundo 2022 para publishers

Além dos tradicionais eventos de Black Friday e Natal que impulsionam o terceiro trimestre, em 2022 há também a Copa do Mundo, que interfere nos interesses de consumo, conforme aponta o levantamento “Black Friday e Copa 2022”, desenvolvido pelo Google. Segundo o estudo, há categorias de produtos com maior procura antes e durante da Copa, como é o caso de TVs, equipamentos de vídeo, eletrodomésticos, alimentos, higiene pessoal, além de itens de esporte e lazer.

Períodos como esses são relevantes para publishers, principalmente para quem tem um parceiro de monetização, porque são uma oportunidade para aumentar a receita de um site com anúncios, conforme explica Gabriel Antoun, diretor de vendas da MonetizeMore.

“A programática opera numa lógica de leilão: quanto mais gente participa agressivamente, maior é o preço que anunciantes estão dispostos a pagar por um anúncio em um site. Usando as ferramentas de mídia programática dá para segmentar cada vez mais os usuários e encontrar a pessoa exata que o anunciante quer”, conta. 

Black Friday deve ser ainda mais relevante do que a Copa do Mundo

Segundo as considerações obtidas pelo levantamento do Google, a Copa do Mundo mobiliza o consumo, mas a Black Friday 2022 ainda será um evento mais impactante para o mundo das vendas. Em 2018, a Copa gerou o maior lift em clicks no período que antecedeu a estreia do Brasil, mas quando comparado com a Black Friday, o volume é ainda inferior.

“Anunciantes vão investir mais dinheiro na Black Friday para garantir que todos vejam a oferta dele e não a do concorrente. Só que se o publisher não tem uma estratégia consistente ao longo do ano, não adianta muito correr contra o tempo. A Black Friday só vai ser muito rentável para quem tem um site preparado para receber altos volumes de tráfego e ter anúncios”, reforça.

Segundo o diretor de vendas da MonetizeMore, os donos de site que realmente querem aproveitar o quarto trimestre do ano devem preparar o site desde janeiro, considerando aspectos como compra de mídia adequada, boa estrutura de SEO, fácil navegação e acessibilidade, além de construção de autoridade com backlinks. 

“Depois é só fazer uma estratégia de compra de mídia bem amarrada, especialmente nesse período. Normalmente, gasta-se mais dinheiro para levar o usuário até o site, mas o ROI tende a ser muito positivo porque é um tráfego muito qualificado. São pessoas que querem ver aquela promoção, aquele tipo de oferta. Então a chance de converter é muito maior”, finaliza.

Licença de uso do conteúdo.

O conteúdo do Portal ABRACD.org foi escrito sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.