Notícias Corporativas

Metodologia Agile é alternativa para mercado de TI

DINO
Escrito por DINO
Metodologia Agile é alternativa para mercado de TI
Junte-se a mais de 3.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre Data Science

No início dos anos 2000 o mercado de tecnologia começou uma transformação capaz de impactar empresas de pequeno, médio e grande porte. Isso porque na época, mais precisamente em 2001, conhecidos como métodos inflexíveis, o Lightweinght Methods e XP eram os que se destacavam no mercado de desenvolvimento de softwares.  

No entanto, esses eram métodos com pouca mobilidade, ou seja, além de ter uma estrutura robusta eram extremamente burocráticos sob a perspectiva do escopo de trabalho. E foi aí que 17 desenvolvedores, reconhecidos no mercado americano, resolveram se juntar para encontrar uma solução que fosse leve e adaptável de acordo com o que vivenciaram em suas experiências. 

E assim, nasceu a carta de Manifesto para o Desenvolvimento Ágil de Software, assinado em fevereiro de 2001 em Utah, Estados Unidos. O documento continha 12 princípios e 4 fundamentos-chave, no qual, o especialista em desenvolvimento de softwares e gestão de projetos, Augusto Cordeiro, CEO da ACSolutions e especialista em desenvolvimento de software e gestor de projetos de inovações tecnológicas explica que são os pilares para que a metodologia funcione tornando as equipes de Tecnologia da Informação (TI) mais produtivas e organizadas em conjunto com o cliente. 

“É importante começar pelo princípio da dificuldade em que as empresas de softwares passavam ao tentar organizar os projetos em uma linha não adaptável. O que nos dias atuais já não é mais compatível com o mercado, uma vez que lidar com pessoas faz parte da rotina, e entender suas expectativas e saber intervir nos projetos quando necessário faz toda a diferença, principalmente quando o projeto já está em andamento”, conta Augusto Cordeiro. 

A Metodologia Ágil é uma alternativa para suprir as necessidades de pessoas que estão à frente de empresas lidando diretamente com outras pessoas, seus clientes, segundo o especialista. Por isso, o seu conceito é pautado em 4 fundamentos-chave, a Metodologia Ágil pode trazer segurança em suas abordagens com a revolução de um mercado voltado para criação e desenvolvimento. Dessa forma é possível garantir: 

  • Indivíduos e interações acima de processos e ferramentas;
  • Software funcionando acima de documentação abrangente;
  • Colaboração com o consumidor/cliente acima de negociação de contratos,
  • Resposta às transformações/mudanças, mais do que seguir um plano.

Um dos problemas mais enfrentados na parte de gestão dos projetos, segundo Cordeiro, está em atender as demandas dos clientes de maneira dinâmica, produtiva e com agilidade, mas também com flexibilidade. Sendo assim, a metodologia vem como uma ferramenta que pode ajudar nesses desafios no dia a dia, através do desenvolvimento de softwares e da utilização de técnicas que podem otimizar o processo para a empresa e também para o cliente. 

“Nós vivemos em um mercado cada vez mais volátil e exigente, é preciso entender que as empresas estão cada vez mais seletivas e buscando entender de pessoas, dessa forma  a metodologia auxilia na gestão dos projetos, assim como na administração geral. É necessário estar atento em atender rapidamente às mudanças lançadas pela vida digital”, enfatiza Cordeiro. 

Ele ainda coloca que, “Para que a metodologia funcione e a empresa comece a ter resultados é importante que toda a equipe seja treinada e receptiva ao processo. Além disso, é necessário entender que se trata, mais do que um método, de uma filosofia que precisa ser vivenciada por toda a organização”. 

Conforme dados apontados no relatório State of Agile, em 2021,  existe uma expansão perceptível dos tipos de empresas que começam a aplicar a Metodologia Ágil no seu dia a dia, dessa forma o especialista diz que, “Em pouco tempo será perceptível todos os tipos de empreendimentos adotarem a Agile como premissa nas suas gestões, uma vez que estamos caminhando para empresas voltadas ao lado humano dos processos com a agilidade de softwares para otimizar suas entregas e aumentar a qualidade do que está sendo ofertado”, afirma.

Recentemente foi lançado, pela PwC, o Relatório da Agile Project Delivery Confidence, que apresenta dados onde projetos geridos com a Metodologia Ágil são 28% mais bem-sucedidos do que os realizados a partir de métodos convencionais e com pouca mobilidade. Dessa forma o especialista explica que, “Entende-se como metodologia ágil, todo projeto que acompanha um estado de prontidão, ou seja, ele possui respostas rápidas a mudanças e tem como premissa o relacionamento entre as pessoas envolvidas tornando a capacidade de adaptação mais elevada e dinâmica”.

Licença de uso do conteúdo.

O conteúdo do Portal ABRACD.org foi escrito sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.