Notícias Corporativas

Marketing Digital aponta tendências que continuarão em 2023

DINO
Escrito por DINO
Marketing Digital aponta tendências que continuarão em 2023
Junte-se a mais de 3.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre Data Science

Desde 2020, é notável a tendência de adaptação ao mercado e de digitalização dos processos. Enquanto algumas indústrias lutam para se reinventar, o marketing digital cresceu como nunca. Os profissionais dessa área trabalham com mais foco na construção de mensagens relevantes para o público-alvo de suas empresas, com o objetivo de aumentar a captação e retenção de clientes.

A última edição do relatório “The CMO Suvery” de 2022, comprova esse dado e mostra que 67,9% dos profissionais de marketing de nível sênior sentiram que suas funções aumentaram em importância. E, com isso, ajudaram o marketing digital adquirir maturidade. 

Segundo outra pesquisa sobre o setor, intitulada “Maturidade do Marketing Digital e Vendas no Brasil”, 94% das companhias preferem o Marketing Digital como estratégia de crescimento, fazendo com que apenas 5,5% das companhias entrevistadas utilizem ferramentas tradicionais de publicidade e eventos.

Além disso, o e-mail marketing segue com extrema relevância e, de acordo com a pesquisa, 68% das empresas utilizam e-mail marketing como forma de relacionamento direto com seus clientes.

Mas, o que esperar para 2023? A especialista de Marketing e Brand Manager da Sendinblue, Laura Parra, aponta três tendências do Marketing Digital que continuarão crescendo:

  1. Personalizar a comunicação com o cliente: de acordo com as preferências de cada consumidor e sua faixa etária, por exemplo, é ideal definir o tom da mensagem (e-mail marketing, SMS, chat personalizado) e do vocabulário para garantir o sucesso na comunicação;
  2. Utilizar o CRM de forma cada vez mais estratégica: com base nas preferências de cada cliente, é possível personalizar desde o conteúdo da mensagem, a estratégia de vendas para determinado produto até seguimentar por geolocalização, sexo, idade, entre outros dados.
  3. Criar estratégias Data Driven: com dados captados pelo CRM é essencial a tomada de decisões baseada em análise e interpretação de dados com foco na otimização da jornada do cliente.

Além do aumento dessas tendências, Laura afirma que é necessário inovar, buscar atualizações, plataformas e parceiros que possam aprimorar o negócio. “Ter a mente aberta para novidades e observar com atenção novas possibilidades, saber aplicar a metodologia correta para cada caso e ter estratégia certamente são caminhos para o sucesso”, conclui.

Licença de uso do conteúdo.

O conteúdo do Portal ABRACD.org foi escrito sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.