Notícias Corporativas

Johnson Controls nomeia Angelo Guerra como CEO da operação brasileira

DINO
Escrito por DINO
Junte-se a mais de 3.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre Data Science

A Johnson Controls (NYSE:JCI), líder global em edificações inteligentes, saudáveis e sustentáveis, anunciou hoje Angelo Guerra como o novo CEO de sua operação brasileira. O profissional também foi nomeado diretor-geral para a região sul da América Latina (SOLA), que inclui Argentina, Chile e Uruguai.

Após três anos como CEO da NEC no Brasil, Guerra, que tem mais de 25 anos de experiência na indústria de tecnologia, com passagens por companhias como Nokia e Hewlett Packard, além de vivência em países da América Latina, assume a Johnson Controls com o objetivo de impulsionar construções sustentáveis, serviços e tecnologia para indústrias e edificações, alinhando a estratégia global de crescimento da marca no Brasil.

“Com as situações sem precedentes vivenciadas recentemente em consequência da pandemia, o mercado anseia por facilidades na gestão de suas instalações, por isso, nosso foco inicial será fornecer produtos e serviços mais sustentáveis e acelerar a transformação digital dentro dos nossos clientes, por meio de parceiros estratégicos em sustentabilidade, para desenvolver soluções que resolvam desafios latentes em nosso país e que possibilitem que plantas e construções verdes sejam não só idealizadas, mas concretizadas, transformando o país em exemplo para o mundo neste aspecto”, afirma Guerra, que também destaca a ampliação da presença da Johnson Controls no segmento de refrigeração industrial como um de seus principais objetivos.

Na visão do executivo, indústria e edifícios serão protagonistas na jornada rumo à descarbonização e por isso estão no centro das ações voltadas às políticas ESG. “Sabemos que 40% das emissões de gases de efeito estufa são produzidas por edifícios e é gratificante observar o Brasil se destacando na 7ª posição no ranking mundial de construções verdes, segundo o índice divulgado pela United States Green Building Council (USGBC)”, pontua. 

Segundo ele, o mercado brasileiro tem se mostrado extremamente atento às inovações desenvolvidas em todo o mundo. “As soluções de refrigeração, automação e gestão de energia da Johnson Controls podem contribuir para que os clientes sejam, ao mesmo tempo, mais sustentáveis, mais eficientes na gestão de recursos e reduzam seus custos, antecipando o cumprimento das suas metas de redução de emissões de carbono”, conclui o novo CEO da empresa. 

Licença de uso do conteúdo.

O conteúdo do Portal ABRACD.org foi escrito sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.