Notícias Corporativas

Franchising cresce 16,8% e fatura R$ 48 bilhões no 2º trimestre de 2022

DINO
Escrito por DINO
Franchising cresce 16,8% e fatura R$ 48 bilhões no 2º trimestre de 2022
Junte-se a mais de 3.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre Data Science

O setor de franchising continua em um ritmo acelerado de crescimento pós-pandemia. É o que mostra a pesquisa trimestral de desempenho realizada pela Associação Brasileira de Franchising (ABF). Segundo o relatório, o segmento faturou R$ 48,05 bilhões no segundo trimestre de 2022, 16,8% a mais que no mesmo período do ano passado.

Quando observado o crescimento deste segundo trimestre ao igual período de 2020, a alta no faturamento das franquias chega a 73,3%.

Além da recuperação da economia de forma geral, outros fatores influenciaram o resultado positivo, como o maior fluxo de consumidores nas lojas físicas, inclusive em shoppings e centros comerciais; a retomada da hábitos presenciais e eventos sociais e corporativos; e uma grande demanda reprimida em áreas como alimentação e turismo, ao mesmo tempo que delivery e e-commerce não perderam força.

“Os dados positivos reforçam a resiliência e a maturidade do setor de franquias brasileiro, que mesmo ainda enfrentando os impactos da pandemia e novos desafios, segue resistindo e avançando em sua recuperação. O forte retorno presencial apoiado pela vacinação e a demanda reprimida foram alavancas importantes, mas o franchising está fazendo sua parte para que o crescimento seja sustentável e consistente”, disse André Friedheim, presidente da ABF.

As franquias de alimentação, na modalidade foodservice, foram um dos segmentos que mais se destacaram, apresentando um faturamento de R$ 8,7 bilhões entre os meses de abril e junho de 2022, aumento de 22,3% em relação a 2021.

A empresária Rebeca Martins, diretora da franquia Dona Waffle, localizada em Indaiatuba, São Paulo, é uma das empresas que sentiram os resultados positivos. “Percebi que as pessoas estão se sentindo mais seguras e à vontade, para consumirem nos estabelecimentos, e mesmo com a alta frequência do público nas lojas físicas, o delivery continua sendo acionado pelos clientes, o que aumenta o potencial de vendas. Uma das formas que utilizamos para mantermos o fluxo constante, por exemplo, é disponibilizar um cardápio que atenda todas as estações, do verão ao inverno. Assim, conseguimos manter o público atraído durante todos os meses do ano”, explicou a franqueadora. “Além disso, as ações para a temporada de Páscoa e Dia das Mães também contribuíram para esse crescimento, são datas extremamente importantes para o setor de alimentação”, concluiu a diretora da franquia Dona Waffle.

Aumento nas projeções

Devido aos resultados dos dois primeiros trimestres do ano, a ABF revisou suas projeções de faturamento para 2022, passando de 9% para 12%. “O segundo semestre do ano é tradicionalmente melhor, considerando datas como o Dia dos Pais, a Black Friday e o Natal. A expectativa é que o setor de franquias brasileiro ultrapasse a barreira de R$ 200 bilhões em faturamento neste ano”, finalizou o presidente da associação.

Licença de uso do conteúdo.

O conteúdo do Portal ABRACD.org foi escrito sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.