Notícias Corporativas

Especialista explica as vantagens em transformar um negócio em uma franquia

DINO
Escrito por DINO
Especialista explica as vantagens em transformar um negócio em uma franquia
Junte-se a mais de 3.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre Data Science

Quando um negócio é bem estruturado e começa a ter um desempenho positivo, é comum que o proprietário receba propostas de investidores e até dos próprios clientes para abrir uma filial em outra cidade. É nesse momento que muitos empreendedores começam a pensar em franquear o seu negócio.

O franchising é um modelo de negócio que consiste na concessão do direito de uso fornecido pelo proprietário da marca a um investidor. Assim, esse franqueado pode replicar o formato em uma região determinada e usufruir do reconhecimento da marca e do conhecimento e experiência do franqueador. Essa modalidade é ideal para os empresários que querem expandir, mas preferem manter o domínio do negócio e da marca.

O Brasil já possui 2.882 redes de franquia, somando mais de 170 mil unidades espalhadas por todo o país. Apenas em 2021, o setor faturou R$ 185 bilhões e a previsão para esse ano é que o mercado tenha um crescimento de 9%, gerando uma receita de mais de R$ 201 bilhões, segundo dados da ABF – Associação Brasileira de Franchising.

Por ganhar cada vez mais mercado no país – a modalidade cresceu mais de 60% nos últimos nove anos –, muitas dúvidas sobre o modelo podem surgir. Por isso, o especialista em expansão de negócios Fred Henrique, conhecido como Guru das Franquias, explica as vantagens em expandir uma empresa como franquia.

1. O franchising fornece o capital para expansão

Uma das principais vantagens em expandir como franquia é a possibilidade de crescer e abrir novos pontos comerciais sem precisar investir o capital próprio da empresa ou recorrer a empréstimos bancários. Isso acontece porque é o franqueado que precisa arcar com todos os custos de implantação e operação da unidade.

2. Evita problemas relacionados aos funcionários

Ao abrir uma franquia, o franqueado também é responsável pelo seu time de funcionários, ou seja, qualquer custo trabalhista ou outras questões, quem responde é a empresa que tem um vínculo empregatício com o colaborador, isentando a franqueadora de qualquer problema nessa área.

3. Acelera a expansão em uma área ampla

Crescer e abrir novas unidades próprias é desafiador, envolve custos de instalação, de pessoal, logística, entre outros recursos. Por isso, ao franquear a empresa, a expansão acontece de forma ágil e ampla, podendo chegar a regiões que a franqueadora jamais pensou.

4. Os franqueados estão motivados para fazer a empresa crescer

Diferente de um gerente, o franqueado investe tempo e dinheiro para implantar a sua unidade, o que o leva a ter maior interesse e motivação para que o negócio dê certo.

“O franchising é um modelo seguro tanto para o franqueador como para o franqueado, pois ajuda a marca a se tornar maior e conquistar mais cidades, dá mais poder de compra para todos que estão envolvidos na rede, além de gerar receita para ambos. Um pode dar suporte ao outro e assim crescerem juntos”, finalizou o Guru das Franquias.

Licença de uso do conteúdo.

O conteúdo do Portal ABRACD.org foi escrito sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.