Notícias Corporativas

Ensino à distância oferece novas possibilidades a estudantes brasileiros

DINO
Escrito por DINO
Ensino à distância oferece novas possibilidades a estudantes brasileiros
Junte-se a mais de 3.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre Data Science

Segundo levantamento da Associação Brasileira dos Mantenedoras do Ensino Superior, em 2022 o ensino à distância deve superar o presencial no Brasil. Ainda segundo a instituição, essa previsão é sustentada por dados do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) e do MEC (Ministério da Educação), que em 2020 já identificaram maior número de matrículas para o ensino remoto em relação ao presencial.

Do total de matrículas em instituições públicas e privadas, 53,4% escolheram o ensino remoto, diante de 46,6% que optaram pelo ensino presencial. O isolamento devido à pandemia de covid-19 é um dos motivos que podem explicar a tendência, mas não o único. Além das restrições de deslocamento nas cidades, também ficou mais difícil viajar para intercâmbios e realizar a graduação fora do país.

Neste contexto, o ensino à distância, além de circunstância mais efetiva para prosseguir os estudos, também apresenta novas possibilidades para estudantes, reduzindo custos com viagens, hospedagem e enriquecendo o currículo com certificações internacionais.

Para Maidie Baker, Diretora de Currículo e Instrução do programa de High School da Centric Learning Academy, a possibilidade de cursar o ensino médio estadunidense, além de complementar a formação, facilita o ingresso em faculdades internacionais.

“Os alunos podem seguir suas carreiras acadêmicas em praticamente todos os países graças à certificação da Cognia (a maior certificadora de programas de ensino dos Estados Unidos e do mundo). Além disso, os estudantes aprendem sobre diferentes culturas, economia global e finanças pessoais, política e justiça em suas diferentes formas”, afirma.

Currículo versátil para profissionais do futuro

Em declarações recentes, Andreas Schleicher, diretor de educação da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) ponderou que o século XXI precisa de pessoas versáteis, capazes de utilizar suas competências a seu favor em diferentes situações e experiências, ajudando assim a continuar o seu próprio crescimento, desenvolvendo novas competências e assumindo papéis novos e mais importantes no trabalho e na sociedade.

Ao encontro do especialista, Maidie Baker complementa: “O melhor caminho, acreditamos, é ajudar essas crianças a desenvolver habilidades que serão essenciais para eles, independentemente de que caminho eles sigam no futuro. Estamos falando de competências como pensamento crítico, resolução de problemas, criatividade e inovação, comunicação e colaboração, alfabetização digital e uso de recursos tecnológicos”.

Alunos do 9º ano do ensino médio brasileiro já podem se matricular no High School, que apresenta modelo 100% on-line e oferece a dupla certificação. A Centric Learning Academy, responsável pelo programa, é uma escola privada sediada em Michigan que utiliza Aprendizagem por Projetos (PBL) e está presente no Brasil desde 2015. 

Por fim, Maidie Baker, informa que a instituição oferece descontos para matrículas realizadas em julho deste ano. 

Para mais informações, basta acessar: http://centriclearningacademy.com/br/

Licença de uso do conteúdo.

O conteúdo do Portal ABRACD.org foi escrito sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.