Notícias Corporativas

Empresas modernas acompanham a evolução tecnológica da contabilidade no Brasil

DINO
Escrito por DINO
Empresas modernas acompanham a evolução tecnológica da contabilidade no Brasil
Junte-se a mais de 3.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre Data Science

A contabilidade vem se adaptando às novas tecnologias de forma rápida e crescente. Em 2021, o Sistema Público de Escrituração Digital (SPED), instituído em 2007, para o cumprimento das obrigações acessórias dos contribuintes, recebeu um upgrade, com o Novo eSocial Simplificado (versão S-1.0). Além disso, a evolução contábil possibilitou a criação do Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial), garantindo a unificação da entrega das obrigações da área trabalhista e o contador também precisou adaptar-se a Nota Fiscal Eletrônica com o avanço da tecnologia na contabilidade.

Empresas de contabilidade também precisaram se adaptar às novas tecnologias, implementando sistemas para acompanhar as mudanças, permitindo sua permanência bem-sucedida no mercado. “Hoje temos nossa infraestrutura e dados 100% em nuvem, que nos trouxe, além da elasticidade para crescer, principalmente, a segurança com base em normas da LGPD. Nós conseguimos migrar os dados de um novo cliente, de um dia para o outro”, afirma Murilo Borges, CFO da Escrilex e fundador da Eiger BPO Financeiro.

A Eiger BPO Financeiro é responsável por gerir os dados dentro do Sistema ERP da Omie, empresa parceira com a qual, desde 2021, a Escrilex realiza as operações financeiras. “Nós realizamos o acompanhamento de relatórios financeiros mensalmente para a tomada de decisões”, destaca. Segundo Murilo Borges, através destes relatórios é possível acompanhar os principais indicadores financeiros como a margem de contribuição, margem de lucro, resultado operacional, geração de caixa mensal e resultado líquido, entre outros. “Com esses indicadores realizamos comparativos de desempenhos com relação a períodos anteriores para previsão de fluxo de caixa, metas financeiras, planejamento orçamentário”, explica.

De acordo com o diretor financeiro da Escrilex, a empresa agora também conta com um novo serviço prestado pela Omie. “São as metas de vendas para identificar quais tipos de cliente, o quanto e onde devemos investir tempo e dinheiro para atrair e converter mais e melhores clientes”, disse.

Murilo Borges reafirma a importância da tecnologia para gestão contábil e financeira das empresas. “Ela é a base necessária para o empresário que deseja crescer e não correr o risco de rapidamente quebrar, às vezes, uma multa tributária ou uma falta de gestão de fluxo de caixa pode fazer com que facilmente uma boa empresa tenha que fechar as portas”, alerta.

Licença de uso do conteúdo.

O conteúdo do Portal ABRACD.org foi escrito sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.