Notícias Corporativas

Empresas buscam formar novos talentos em meio ao apagão tecnológico

DINO
Escrito por DINO
Empresas buscam formar novos talentos em meio ao apagão tecnológico
Junte-se a mais de 3.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre Data Science

Enquanto o Brasil registra taxa de 11,1% de desemprego, o mercado de tecnologia experimenta um cenário bem diferente. De acordo com um estudo publicado pela Brasscom (Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação e de Tecnologias Digitais), cerca de 53 mil pessoas se formaram por ano em cursos de perfil tecnológico, em contrapartida, há uma demanda média anual de 159 mil profissionais de tecnologia da informação, o que traz um gap desafiador para os recrutadores e empresas que demandam cada vez mais de especialista da área.  

Recentemente, grandes players do mercado como o iFood e o Nubank investiram na formação de novos profissionais para compor os seus times de tecnologia e ajudar nas soluções das dores do mercado de tech. Embora exista uma grande procura do mercado B2C, o setor B2B está se tornando cada vez mais adepto à contratação de cursos de especialização na área para seus colaboradores. “Esse fenômeno onde as empresas investem na educação dos próprios funcionários traz inúmeras vantagens para as companhias que buscam incessantemente pelo preenchimento de novas vagas, afinal, é possível moldar esses talentos de acordo com as necessidades do mercado”, aponta Thais Alonso, Head de negócios e parcerias B2B  

O CEO da Cubos Academy, José Messias Júnior ressalta que entre os maiores benefícios que as empresas podem experienciar com essa responsabilização pela formação de novos profissionais, é a possibilidade de traçar o perfil profissional que deseja, com as hards e softs skills almejadas. “ É importante que esses profissionais em formação tenham  todas as habilidades técnicas e comportamentais necessárias para atender o escopo de trabalho da empresa. Dessa forma, é possível diminuir as taxas de turnover e aumentar a produtividade do time”, complementa.  

A tendência é que o mercado demande cada vez mais profissionais da área de tecnologia, por isso, é necessário que as empresas estejam preparadas para gerar novas oportunidades e formar novos profissionais. ‘’Essa relação é produtiva para todos, já que as empresas garantem mão de obra qualificada e os brasileiros desfrutam de mais oportunidades de trabalho’’, ressalta A Head de negócios e parcerias B2B.  

Para finalizar, Junior ressalta que as empresas estão cada vez mais abertas à responsabilidade de lidar com a necessidade de solucionar este problema de escassez no mercado. “O futuro do segmento no país depende dessa responsabilização”, complementa.

Licença de uso do conteúdo.

O conteúdo do Portal ABRACD.org foi escrito sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.