Noticias

É como se pusessem uma tornozeleira eletrônica em todos os usuários de WhatsApp

Roberto Oliveira
Escrito por Roberto Oliveira
É como se pusessem uma tornozeleira eletrônica em todos os usuários de WhatsApp
Junte-se a mais de 3.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre Data Science

Pablo Bello, diretor de Políticas Públicas do WhatsApp para a América Latina, alertou, nesta segunda-feira (22), sobre os riscos presentes no projeto de lei sobre fake news que está em discussão no Senado Federal.

Em entrevista recente, Bello alertou:

“É como se pusessem uma tornozeleira eletrônica em todos os usuários de WhatsApp no Brasil —poderão monitorar todos os movimentos das pessoas, saber com quem todo mundo fala por mensagem.”

E acrescentou:

“Tudo isso, essa coleta maciça de dados para que, no caso eventual de alguém cometer um crime, poderem obter essas informações. Isso transformará todos em suspeitos, subverte a presunção de inocência.”

De acordo com Bello, embora a medida não implique quebrar a criptografia, porque não revela o conteúdo das mensagens, ela representa violação de privacidade ao mostrar com quem todo mundo fala.

Fonte:
RENOVA Mídia

TAGS: censura

Olá,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Licença de uso do conteúdo.

O conteúdo do Portal ABRACD.org foi escrito sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.