Notícias Corporativas

Desentupimento amador e profissional: quais as diferenças?

DINO
Escrito por DINO
Desentupimento amador e profissional: quais as diferenças?
Junte-se a mais de 3.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre Data Science

Dados da pesquisa anual “Uso da TI – Tecnologia de Informação nas Empresas”, da FGV (Fundação Getulio Vargas), revelam que há cerca de 242 milhões de smartphones em uso no Brasil, uma média de um dispositivo por habitante. Com a ampla adesão ao digital, a tecnologia passou a integrar a rotina dos brasileiros, que utilizam a inovação para resolver diversas demandas do dia a dia.

Exemplo disso, conteúdos com palavras-chave do gênero “como desentupir vaso sanitário” acumulam milhões de visualizações em plataformas como o YouTube. Aliás, assuntos relacionados a DIY (Do It Yourself, na sigla em inglês – “Faça Você Mesmo”, em português) ganharam destaque na internet brasileira durante a pandemia de Covid-19. 

É o que mostra um levantamento conduzido pela Anamaco (Associação Nacional dos Comerciantes Material Construção). Segundo o estudo, as buscas relativas ao tema DIY em ferramentas de busca, como o Google, cresceram 36% em 2020 em comparação a 2019.

Gleison Pinheiro, diretor da PUMJIL, empresa que presta serviços de desentupidora de esgoto em São Paulo (SP), destaca que, embora determinadas medidas possam ser tomadas pelos próprios moradores de uma casa, há uma série de diferenças entre o processo de desentupimento feito por pessoas comuns e por profissionais especializados.

“Um profissional responsável trabalha com equipamentos especializados, evitando danos ao encanamento. Já um cidadão comum, ao tentar desentupir, pode quebrar encanamentos ou até agravar o entupimento”, explica.

Pinheiro conta que uma empresa desentupidora de esgoto dispõe de equipamentos para o serviço que um cidadão comum não possui, como a chamada “Máquina K50”, com sondas especiais e a “Máquina K 500”, com sonda especial.

“Além disso, o serviço de uma empresa Desentupidora profissional utiliza aparatos como a ‘Máquina de hidrojateamento’, ‘Varetas desobstrutivas’, ‘CO2 para desentupimento’ e ‘Caminhão com bomba de hidrojateamento de alta pressão e vazão’”, complementa.

Sinais de entupimento exigem atenção

De acordo com Pinheiro, é preciso ficar atento aos sinais de entupimento que indicam a necessidade de chamar uma empresa desentupidora. “Escoamento lento, ocorrência de barulhos estranhos quando a água desce, fluxo diminuído e mau cheiro são os principais indícios de um futuro entupimento. Então, vale agir de forma preventiva”, recomenda.

O especialista ressalta que há diversos motivos para acionar uma desentupidora já nos primeiros sintomas, como prevenir vazamentos, evitar gastos desnecessários e impedir outros transtornos. “Além de entender as razões para chamar um profissional logo no início do entupimento, outra informação interessante é saber como evitá-lo”, afirma Pinheiro.

Prevenção deve ocorrer no dia a dia

Segundo o especialista, a principal forma de prevenir a obstrução em uma residência é evitar o descarte de resíduos inapropriados na tubulação, como restos de materiais de construção. “Além disso, nunca jogue elementos como absorventes, cotonetes, fio dental, papel higiênico, cabelos, pelos, alimentos, óleos e outras gorduras em vasos sanitários, pias e ralos” evitando até mesmo desgastes e ter que chamar uma empresa Dedetizadora, acrescenta.

Para concluir, o diretor da PUMJIL destaca que limpar as saídas que forem possíveis, como pias e ralos, também é uma prática interessante para impedir a formação de obstruções. “Ademais, é interessante contar com uma manutenção preventiva periódica”.

Para mais informações, basta acessar: https://pumjil.com.br/

Licença de uso do conteúdo.

O conteúdo do Portal ABRACD.org foi escrito sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.