Notícias Corporativas

Cultura de inovação é conhecida por 91% dos profissionais

DINO
Escrito por DINO
Cultura de inovação é conhecida por 91% dos profissionais
Junte-se a mais de 3.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre Data Science

Dados da pesquisa “Cultura de inovação: como corporações podem construir a base para a transformação”, realizada em agosto de 2022, apontam que 91% das pessoas conhecem o termo cultura de inovação. No estudo, foram entrevistados cerca de 277 colaboradores de diversas empresas, entre executivos C-level, diretores, gerentes e fundadores de companhias.

O estudo busca trazer um panorama da aceitação do mercado e mostrar quais são as principais dificuldades para implantar a cultura de inovação. Para 78% dos entrevistados, essa cultura permite que a empresa seja capaz de evoluir seu negócio principal, no mesmo momento em que busca novas oportunidades de negócio, mercado e clientes. 

Mesmo com o conhecimento dos colaboradores sobre o tema, cerca de 46% afirmaram que a companhia em que trabalham ainda não tem uma maturidade suficiente para lidar com essa estratégia. Apesar disso, a maioria (52,4%) definiu que as suas empresas estão com um grau de maturidade satisfatório.

Para Danilo Parise, CEO da Ludos Pro, startup de tecnologia educacional que foi eleita a 3º melhor startup de educação corporativa do Brasil pelo ranking 100 Open Startups 2022, a cultura da inovação é uma tendência que vem crescendo nos últimos anos. Sua real aplicação no dia a dia, no entanto, ainda é algo que precisa ser parte de uma cultura dentro das empresas. “As grandes corporações investem em programas de inovação para startups, gerando benefícios para ambos os lados”, afirma. 

O executivo comenta, ainda, que enquanto corporação, ao entender um pouco mais sobre cultura da inovação e open innovation, há oportunidade de acelerar as áreas de negócios que ainda estão em fase inicial ou que necessitem de acelerar a implementação de novos produtos e serviços. “Para as startups, é uma possibilidade de gerar negócios com estas organizações, seja para validação de produtos ou na ampliação de portfólio de clientes”, complementa Parise. 

Dentre as iniciativas relacionadas à implementação da cultura da inovação citadas por parte das empresas na pesquisa citada anteriormente estão: capacitação de líderes, capacitação dos times, inovação aberta (open innovation em inglês), programas de intraempreendedorismo, comunicação assertiva, gestão de performance e transformação digital.

CEO da Ludos Pro acredita que a tecnologia tem possibilitado uma grande transformação dentro das empresas, seja em produtos, serviços ou processos, possibilitando melhorar a produtividade e tornando as empresas mais competitivas em um mercado global.

Ao se referir ao open innovation, iniciativa que 42,2% dos entrevistados da pesquisa acreditam estar associada à cultura de inovação dentro das suas empresas, Parise diz que é uma estratégia que vem ao encontro desse propósito (de transformação). 

“O open innovation pode auxiliar promovendo a colaboração de novas ideias, pensamentos, processos e pesquisas, com o objetivo de criar ou melhorar o desenvolvimento de produtos, prover melhores serviços, aumentar a eficiência e, desta forma, gerar maior valor agregado e se tornar competitivo em um mercado tão dinâmico”, finaliza. 

Para mais informações, basta acessar: www.ludospro.com.br

Licença de uso do conteúdo.

O conteúdo do Portal ABRACD.org foi escrito sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.