Notícias Corporativas

Black Friday pode bater R$ 4,5 bilhões em vendas neste ano

DINO
Escrito por DINO
Black Friday pode bater R$ 4,5 bilhões em vendas neste ano
Junte-se a mais de 3.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre Data Science

A Black Friday 2022 está cada vez mais próxima, e esse é um dos maiores períodos de venda do comércio. Um levantamento da NielsenIQ|Ebit divulgado pela Exame revelou que, no ano passado, as vendas alcançaram R$ 4,2 bilhões, e um novo estudo da HostGator indica que para este ano as cifras podem ultrapassar R$ 4,5 bilhões. 

Vale lembrar que muito desse crescimento tem relação com questões como o recebimento do 13º salário (ou parte dele), bem como a antecipação das compras de Natal e a chegada da Copa do Mundo, que pela primeira vez na história vai coincidir com a Black Friday.

“A Black Friday é um dos períodos de venda mais fortes em todo o mundo, por isso é importante estar com o domínio e seu site prontos e atualizados para não perder a oportunidade de aumentar o seu ticket no mês de novembro, aproveitando também as compras antecipadas de Natal e a Copa do Mundo”, afirma Ricardo Melo, vice-presidente de marketing da HostGator Brasil.

A Copa do Mundo, inclusive, deve ser um dos principais atrativos para a edição deste ano do evento de vendas. Logo, é de se esperar que o segmento de vestuário enxergue um aumento nas compras, o que pode ser benéfico para quem trabalha com essa categoria de loja virtual de maneira geral (e não apenas futebol). Para quem é lojista, conteúdos como o elaborado pelo blog da HostGator, por exemplo, compartilham instruções e ideais referentes à Black Friday. 

Comportamento do consumidor na Black Friday

Ao observar as intenções de compra para este ano, uma pesquisa encomendada pelo Google informou que 71% dos brasileiros estão interessados em comprar na Black Friday e até gastar um pouco mais no período.

Entre os itens mais desejados pelos brasileiros estão integrantes das categorias roupas e acessórios, livros e itens de papelaria e calçados. Entretanto, também são esperadas boas movimentações nos setores alimentícios (o primeiro jogo do Brasil acontece na véspera da Black Friday) e de eletrônicos. 

Outro estudo divulgado no último mês de setembro pela HostGator revelou que os negócios online locais devem crescer até 24% em 2022. Entre esses, os que devem se beneficiar das vendas neste último trimestre do ano são delivery de comida e lojas de roupas.

Já sobre os gastos, o ticket médio para o período deve ficar em torno de R$ 460 por consumidor segundo a Neotrust. Quanto ao número de pedidos, esse dado pode alcançar a marca de 379 milhões de compras, um aumento de 8% em relação ao que foi visto no mesmo período de 2021.

Licença de uso do conteúdo.

O conteúdo do Portal ABRACD.org foi escrito sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.