Big Data ou Data Science? Entenda o que faz cada profissional

Por muitos anos tratada como despesa, a área de Tecnologia passou a ser vista como celeiro de transformação e inovação: estudo da IDC Brasil, o WW COVID-19 (Impact on IT Spending Survey) revela que 42% das empresas vão aumentar o orçamento em TI neste ano, em comparação com o previsto antes da pandemia da Covid-19. Mas você sabe o que faz cada profissional de TI?

A demanda na área de tecnologia da informação teve seu processo acelerado pela pandemia. “As empresas estão buscando profissionais com perfil técnico, mas que olhem e atuem com as outras áreas de negócio, trazendo soluções e inovações para as empresas. As áreas que tiveram um grande aumento na contratação foram as de e-commerce, soluções digitais, automação, varejo, empresas de canais omnichannel, logística, saúde, agronegócio, soluções de mobilidade, infraestrutura de TI e consultorias.

.

Veja a seguir as principais funções tecnológicas – e os potenciais de cada uma:

  • Data Analytics:  O objetivo do profissional que trabalha com análise de dados é examinar uma grande quantidade de dados e extrair insights e padrões, criando estratégias e decisões para promover o desenvolvimento do negócio. São profissionais responsáveis pela coleta, organização e obtenção de resumos estatísticos. As explicações são apresentadas pelo analista de dados em relatórios para que as empresas tomem suas decisões estratégicas.
  • Data Science: O cientista de dados reúne, interpreta e faz previsões que ajudam as empresas a tomar decisões. Estes profissionais podem executar as funções do analista de dados, porém o cientista faz as previsões. São profissionais especialistas em modelagem preditiva e aprendizado de máquina. Criam modelos preditivos complexos que podem fornecer recomendações válidas com base em dados históricos.
  • Big Data: O profissional de big data atua com grande volume de dados, estruturados ou não. Estes profissionais possuem habilidades em códigos, matemática, algoritmos, sabem lidar com grande volume de dados, computação em nuvem, trabalham com dados em tempo real, árvore de decisão. Devem ter pensamento crítico e acompanhar de perto as novas necessidades da empresa, analisando qual tecnologia é ideal para a demanda. Analisam riscos e solucionam problemas, antecipando tendências e prevendo possíveis entraves.
  • Pentester: O pentester é o profissional que procura brechas e falhas de segurança em um sistema ou rede, explora vulnerabilidades em um sistema e valida a eficácia dos mecanismos de segurança, para melhorá-los. O perfil do pentester é o de um desenvolvedor com amplo conhecimento em redes e sistemas de segurança, com reconhecidas certificações de testes de intrusão.
  • Ethical hackers: O ethical hacker é o profissional que trabalha na área de segurança da informação com o objetivo de encontrar vulnerabilidades de segurança que um hacker malicioso poderia potencialmente explorar. Este profissional precisa ter grande conhecimento de penetração de sistemas, redes de computadores, programação e sistemas operacionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *