Notícias Corporativas

AWS lança segunda região de infraestrutura na Austrália

DINO
Escrito por DINO
Junte-se a mais de 3.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos sobre Data Science

A Amazon Web Services (AWS), uma empresa da Amazon.com, Inc. (NASDAQ: AMZN), anunciou hoje o lançamento de sua segunda região de infraestrutura da AWS na Austrália, a região da AWS Ásia-Pacífico (Melbourne). A partir de hoje, desenvolvedores, startups, empreendedores e empresas, bem como organizações governamentais, educacionais e sem fins lucrativos, terão mais opções para executar seus aplicativos e atender usuários finais a partir de data centers da AWS localizados na Austrália. A AWS planeja investir cerca de US$ 4,5 bilhões na Austrália até 2037 por meio da região da AWS Ásia-Pacífico (Melbourne). Para obter mais informações sobre a Infraestrutura global da AWS, acesse aws.amazon.com/about-aws/global-infrastructure.

“A Austrália tem um forte histórico de inovação técnica e o lançamento de uma segunda região da AWS na Austrália oferece uma resiliência ainda maior e permite que mais clientes desenvolvam aplicativos baseados em nuvem que ajudam a impulsionar o desenvolvimento econômico em todo o país”, disse Prasad Kalyanaraman, vice-presidente de Serviços de Infraestrutura da AWS. “A região da AWS Ásia-Pacífico (Melbourne) se somaànossa expansão contínua de infraestrutura e investimentos na Austrália desde que lançamos a região da AWS Ásia-Pacífico (Sydney) em 2012. Temos orgulho de aprofundar nosso investimento impulsionando a criação de empregos locais, desenvolvendo habilidades na nuvem e criando oportunidades de crescimento e colaboração com nossos clientes locais e parceiros da AWS.”

“Sabemos o quão importante é o acessoàinfraestrutura de nuvem segura para as empresas de Vitória [estado no sudeste da Austrália], e fornecer mais opções impulsionará a economia, apoiará a inovação e ajudará a criar novos empregos localmente”, comentou o Ministro de Comércio e Investimento de Vitória, Tim Pallas.

Com o lançamento da região da AWS Ásia-Pacífico (Melbourne), a AWS possui agora 99 zonas de disponibilidade em 31 regiões geográficas, com planos anunciados para lançar mais 12 zonas de disponibilidade e mais quatro regiões da AWS no Canadá, Israel, Nova Zelândia e Tailândia. As regiões da AWS são compostas por zonas de disponibilidade que posicionam a infraestrutura em localizações geográficas separadas e distintas. A região da AWS Ásia-Pacífico (Melbourne) consiste em três zonas de disponibilidade e se uneàregião existente da AWS Ásia-Pacífico (Sydney), inaugurada em novembro de 2012. As zonas de disponibilidade estão localizadas longe o suficiente umas das outras para dar suporteàcontinuidade dos negócios dos clientes, mas próximas o suficiente para fornecer baixa latência para aplicativos de alta disponibilidade que usam várias zonas de disponibilidade. Cada zona de disponibilidade tem energia, resfriamento e segurança física independentes e é conectada por meio de redes redundantes de latência ultrabaixa. Os clientes da AWS focados em alta disponibilidade podem projetar seus aplicativos para serem executados em várias zonas de disponibilidade para obter uma tolerância a falhas ainda maior.

O lançamento da região AWS Ásia-Pacífico (Melbourne) permitirá que clientes locais com preferências de residência de dados armazenem dados com segurança na Austrália, ao mesmo tempo em que oferece aos clientes uma latência ainda menor para gerar maior produtividade, operações comerciais mais eficientes e melhor desempenho de aplicativos em tempo real. Os clientes também terão acesso a tecnologias avançadas da AWS para impulsionar a inovação, incluindo computação, armazenamento, rede, aplicativos de negócios, ferramentas de desenvolvimento, análise de dados, segurança, aprendizado de máquina e inteligência artificial.

A AWS também publicou um estudo de impacto econômico estimando que os gastos projetados da empresa na construção e operação da nova região suportarão mais de 2,5 mil empregos em tempo integral em empresas externas anualmente, com um investimento planejado de US$ 4,5 bilhões na Austrália até 2037. O investimento inclui despesas de capital na construção de data centers, despesas operacionais relacionadas a serviços públicos em andamento e custos de instalação e compras de bens e serviços de empresas regionais. Esses trabalhos, incluindo a construção, manutenção de instalações, engenharia, telecomunicações e outros empregos na economia do país, farão parte da cadeia de suprimentos da AWS na Austrália. Estima-se que a construção e operação da região da AWS Ásia-Pacífico (Melbourne) acrescente algo em torno a US$ 10,6 bilhões ao PIB da Austrália até 2037.

Clientes dão as boas-vindasàregião da AWS Ásia-Pacífico (Melbourne)

Centenas de milhares de organizações na Austrália estão entre os milhões de clientes ativos que usam a AWS em mais de 190 países ao redor do mundo. As empresas na Austrália escolhem a AWS para inovar e ajudar a acelerar o tempo de comercialização. Os clientes que usam a AWS são: Airtasker, Animal Logic, ANZ Bank, Atlassian, Canva, Cochlear, Commonwealth Bank of Australia, Jim’s Group, Kmart, Lion, Lovisa, National Australia Bank, Optus, PEXA Group, Pizza Hut, Smiling Mind, Swimming Australia, Target, Telstra, Ticketek, Woodside Energy e Youfoodz. Os clientes do setor público australiano usam a AWS para ajudar a reduzir custos e atender melhor os cidadãos locais. Esses clientes são: FrontierSI, Melbourne Genomics Health Alliance, Royal Melbourne Institute of Technology (RMIT), Universidade de Melbourne e Victorian Land Registry Services. As startups australianas, incluindo Brighte, FloodMapp, FrankieOne, Illuvium, Law On Earth, Littlepay, Mr Yum, Omniscient Neurotechnology (o8t), Reejig e Swoop Aero, estão criando seus negócios com o uso da AWS para escalar rapidamente dentro e fora do país.

O ANZ Bank fornece produtos e serviços bancários e financeiros para mais de 8,5 milhões de clientes comerciais e negócios e opera em 32 mercados. “Planejamos implementar nossas cargas de trabalho e aplicativos específicos da AWS por meio da região da AWS Ásia-Pacífico (Melbourne) já no primeiro dia e queremos torná-la nossa localização principal da AWS a longo prazo”, afirmou Gerard Florian, executivo do grupo de Tecnologia da ANZ. “A latência mais baixa e o desempenho mais alto que esperamos da nova região da AWS em Melbourne nos ajudarão a melhorar a experiência do cliente e acelerar a adoção da nuvem.”

A Littlepay é uma empresa de tecnologia financeira com sede em Melbourne que trabalha com mais de 250 provedores de transporte e mobilidade para permitir pagamentos sem contato em ônibus locais, redes urbanas e sistemas nacionais de transporte público. “Nossa missão é criar uma experiência de pagamento universal no mundo inteiro, o que requer infraestrutura global de classe mundial que seja capaz de crescer conosco”, disse Amin Shayan, CEO da Littlepay. “Para proporcionar uma experiência perfeita para nossos clientes, reunimos e processamos mais de 1 milhão de transações mensais em tempo real usando a AWS, o que nos permite gerar informações que nos ajudam a melhorar nossos serviços. Estamos entusiasmados com o lançamento de uma segunda região da AWS na Austrália, pois ela nos dá acesso a tecnologias avançadas, como aprendizado de máquina e inteligência artificial, com uma latência menor para ajudar a tornar o deslocamento diário uma experiência mais simples e agradável.”

O PEXA Group opera a principal plataforma digital de liquidação de propriedades da Austrália, que fornece uma experiência de liquidação eficiente, confiável e segura para compradores e vendedores de imóveis. “A resiliência operacional está no centro de nosso compromisso com os clientes e nossos imperativos regulatórios, e é por isso que é uma das principais prioridades estratégicas da PEXA”, explicou Eglantine Etiemble, diretora de Tecnologia do PEXA Group. “O lançamento de uma segunda região da AWS na Austrália nos permite implementar aplicativos com segurança em várias regiões para melhorar a disponibilidade e o desempenho de nossa plataforma PEXA e continuar ajudando mais de 20 mil famílias por semana a se estabelecerem antes em suas casas.”

A RMIT é uma universidade pública de pesquisa com mais de 96 mil alunos em todo o mundo. “O lançamento de uma região da AWS em Melbourne nos dá a capacidade adicional de auxiliar equipes de pesquisas, estudantes e docentes a fornecer resultados de investigação de classe mundial que beneficiam a sociedade”, afirmou o professor Calum Drummond, vice-reitor adjunto de Pesquisa e Inovação e vice-presidente da RMIT. “Recentemente, lançamos a instalação de supercomputação em nuvem da AWS da RMIT University, conhecida como RACE. As equipes de pesquisas da RMIT estão usando o RACE para melhorar as tecnologias de bateria, fotônica e ciência geoespacial. A baixa latência e o alto rendimento da região da AWS em Melbourne, combinados com nossa rede de fibra privada de alta largura de banda, permitirão que equipes de pesquisas e estudantes inovem além das limitações dos data centers locais tradicionais.”

As parcerias australianas da AWS também dão as boas-vindasàregião da AWS Ásia-Pacífico (Melbourne)

A AWS Partner Network (APN) inclui dezenas de milhares de fornecedores independentes de software (ISV) e integradores de sistemas (SI) no mundo inteiro. As parcerias da AWS criam soluções e serviços inovadores na AWS e a APN ajuda fornecendo suporte comercial, técnico, marketing e entrada no mercado aos clientes. Os SI, as parcerias em consultoria e os ISV ajudam clientes corporativos e do setor público a migrar para a AWS, implantar aplicativos de missão crítica e fornecer uma linha completa de serviços de monitoramento, automação e gestão para os ambientes de nuvem dos clientes. Entre os exemplos de parcerias da AWS na Austrália estão: Cevo, CMD Solutions, DiUS, IntelligenceBank, Local Measure, NCS, Stax, Unleash live, Urban.io e Versent. Para ver a lista completa de parcerias da AWS, acesse aws.amazon.com/partners.

A Cevo é uma parceira de consultoria avançada da AWS que fornece serviços de nuvem, como migração, análise de dados e serviços gerenciados para empresas australianas, incluindo David Jones, Insignia Financial, MYOB e Jim’s Group. “Trabalhar com a AWS nos permitiu ampliar nossa equipe em mais de 60 profissionais nos últimos 12 meses para atenderàcrescente demanda dos clientes para implementar ambientes de nuvem altamente regulamentados”, disse James Lewis, CEO da Cevo. “À medida que a adoção da nuvem continua aumentando, vemos mais clientes – principalmente nos setores financeiro, governamental e comercial – migrando para a nuvem com o objetivo de explorar recursos avançados de modernização e análise para conceber, projetar e criar novos serviços centrados no cliente. Com a região da AWS Ásia-Pacífico (Melbourne), podemos permitir que os clientes conduzam mais experimentos em escala, ao mesmo tempo em que garantimos que seus dados sejam armazenados com segurança na Austrália.”

Compromisso com a sustentabilidade

Como parte do The Climate Pledge, a Amazon está comprometida em alcançar zero emissões líquidas de carbono em seus negócios até 2040 e está no caminho de impulsionar suas operações com 100% de energia renovável até 2025, cinco anos antes da meta original de 2030. A Amazon é a maior compradora corporativa de energia renovável do mundo e, em 2021, atingiu 85% de energia renovável em seus negócios. Além disso, a AWS terá água positiva até 2030, devolvendo mais água às comunidades do que a que usa em suas operações diretas. A Amazon conta com três investimentos em energia renovável na Austrália, que incluem um parque eólico em Hawkesdale (Vitória), e dois parques solares em New South Wales (Gunnedah) e Suntop. Quando todos os três projetos estiverem operacionais, espera-se que esses investimentos em energia renovável gerem 717 mil megawatts-hora de energia renovável anualmente, o equivalente ao uso anual de energia de quase 115 mil residências australianas. A Amazon possui agora 57 projetos de energia renovável em toda a região da Ásia-Pacífico.

Sobre a Amazon Web Services

Por mais de 15 anos, a Amazon Web Services tem sido a oferta de nuvem mais abrangente e amplamente adotada do mundo. A AWS tem expandido continuamente seus serviços para oferecer suporte a praticamente qualquer carga de trabalho e conta agora com mais de 200 serviços completos para computação, armazenamento, bancos de dados, redes, análises, aprendizado de máquina e inteligência artificial (IA), Internet das Coisas (IoT), mobilidade, segurança, realidade híbrida, virtual e aumentada (RV e RA), mídia e desenvolvimento, implementação e gerenciamento de aplicativos de 99 zonas de disponibilidade em 31 regiões geográficas, com planos anunciados para mais 12 zonas de disponibilidade e mais quatro regiões da AWS no Canadá, Israel, Nova Zelândia e Tailândia. Milhões de clientes – incluindo as startups de crescimento mais rápido, as maiores empresas e as principais agências governamentais – confiam na AWS para fortalecer sua infraestrutura, tornar-se mais ágil e reduzir custos. Para saber mais sobre a AWS, acesse aws.amazon.com.

Sobre a Amazon

A Amazon é guiada por quatro princípios: obsessão pelo cliente em vez de foco no concorrente; paixão pela invenção; compromisso com a excelência operacional; e pensamento de longo prazo. A Amazon se esforça para ser a empresa mais centrada no cliente da Terra, a melhor empregadora da Terra e o lugar mais seguro para trabalhar. As avaliações de clientes, compras com 1 clique, recomendações personalizadas, Prime, Fulfillment by Amazon, AWS, Kindle Direct Publishing, Kindle, escolha de carreira, tablets Fire, Fire TV, Amazon Echo, Alexa, tecnologia Just Walk Out, Amazon Studios e The Climate Pledge são algumas das coisas pioneiras da Amazon. Para mais informações, acesse amazon.com/about e siga @AmazonNews.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Contato:

Amazon.com, Inc.

Media Hotline

Amazon-pr@amazon.com

www.amazon.com/pr

Fonte: BUSINESS WIRE

Licença de uso do conteúdo.

O conteúdo do Portal ABRACD.org foi escrito sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.